#VetoNão: Esquerda lança hashtag após Bolsonaro dizer que pretender fazer 20 vetos à Lei de Abuso de Autoridade

387

A esquerda que muito criticou nas redes sociais a Lei de Abuso de Autoridade, lança agora uma campanha falando: “Não ao veto”. A hashtag “#VetoNão”, ganhou força no Twitter após fala do presidente, que afirmou nesta terça-feira, 3, que deve vetar quase 20 pontos do projeto aprovado pelo Congresso Nacional.

O número é superior aos vetos sugeridos pelo ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, que, segundo o presidente, pediu para ele rejeitar dez artigos do texto. Bolsonaro tem até esta quinta-feira, 5, para sancionar a proposta.