Testemunhas de Jeová interfonam na residência de Aécio que é levado às pressas para hospital

182

Aécio Neves recebeu nesta sexta-feira (22), uma visita inesperada em sua residência.

A assessoria de imprensa do deputado disse que ele sofreu uma parada cardiorrespiratória após ouvir a campainha de sua casa sendo acionada por Testemunhas de Jeová e foi levado às pressas pelos próprios religiosos para o hospital e que não corre risco de vida.

Aécio foi acusado em junho de 2017 de pedir propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da J&F, em troca de favores políticos; e também de tentar atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato, operação que prendeu o ex-presidente Temer ontem (21).