Quebra de sigilo de pessoas ligadas a Flávio Bolsonaro atinge até seu cachorro Alfredo

0
25
  • 474
    Shares
Curta nossa página no facebook e fique por dentro de tudo:

Foram emitidos mais 480 pedidos de quebra de sigilo autorizados pela Justiça do Rio na investigação sobre o suposto esquema de “rachadinha” no gabinete do ex-deputado estadual e hoje senador Flavio Bolsonaro.

A ação atinge pessoas que trabalharam diretamente com ele na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj ), amigos do senador e até conhecidos próximos.

Dois pedidos de quebra chamaram atenção, a de uma ex-ficante de Flávio no período em que ele cursou o ensino médio, onde ele diz não ter contato desde 1996, e também de seu cachorro de estimação, Alfredo Rex, citado como dependente do senador.

Flávio diz que o cachorro não possui conta bancária, mas que não foi excluído da lista de investigação.