Quase um ano após a morte de Marielle, homem se entrega por não aguentar mais a chatice da esquerda

55

Dia 14 de Março completa um ano da morte da ex vereadora Marielle Franco (PSOL), ano marcado por protestos, cobranças e insistência da esquerda em relação ao tema, pressionando a polícia e criando teorias sobre o caso.

Finalmente hoje (12) próximo do aniversário de um ano de morte o ex policial Ronnie Lessa se entregou à PM do Rio de Janeiro, questionado sobre sua participação no crime, Lessa declarou:

Eu não matei ninguém, sinceramente eu nem sei quem é essa mulher, eu só não aguento mais ouvir falar dela e achei que me entregando isso fosse parar, não me arrependo.

A PM ainda não informou quais serão os próximos passos após a prisão de Lessa após a declaração de inocência.