PF aponta transação entre Gleen Greenwald e Jean Wylys em suposta venda de mandato

1396

A Polícia Federal apontou na manhã desta quinta-feira uma possível venda de mandato parlamentar de Jean Wyllys (Psol-RJ).

Em janeiro, então deputado eleito nas eleições renunciou ao mandato e deixou do país alegando ser vítima de ameaças de morte. Em seu lugar, assumiu o posto David Miranda (Psol-RJ), marido de Glenn Greenwald, jornalista responsável pelo vazamento de supostas mensagens entre Sergio Moro e Deltan Dallagnol, ocorridas durante a Operação Lava Jato.

As transações do jornalista analisadas pela PF, aponta um troca troca entre Greenwald e Jean em 69, não se sabe ainda se a transação foi em reais, dólares, bitcoins ou só meia nove mesmo.

No mesmo documento, A PF também aponta possíveis transferências de dinheiro de Greenwald para Jean.