Paula Toller processa Haddad por cantar sua música durante karaokê em showmício

225

A cantora Paula Toller entrou na justiça novamente contra o PT e Fernando Haddad por utilização indevida de imagem e obra da música ‘Pintura Íntima’ na última campanha eleitoral, em 2018.

Haddad cantou “Vem amor que a hora é essa, vê se entende a minha pressa” sem a autorização da cantora em vários showmícios durante sua campanha.

Em outubro do ano passado, Toller pediu ao PT para suspender o uso da canção. Segundo ela o pedido não foi atendido. Mas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a vocalista ganhou uma ação.

Paula Toller pede R$ 200 mil ao PT pela utilização indevida de imagem e obra.