Nova lei brasileira anti-terrorismo pretende enquadrar idosos do Zap como ameaça à segurança nacional

  • 239
    Shares
Curta nossa página no facebook e fique por dentro de tudo:

A Lei nº 13.260, de 16.3.2016, que ficou popularmente conhecida como “lei anti-terrorismo” pretende tomar novos rumos até o final desse ano.

Criada inicialmente para tratar de casos de terrorismo dentro do país, a lei pretende agora enquadrar idosos que se utilizam de redes sociais e principalmente do Whatsapp.

Denunciados pelo PT durante as eleições presidenciais, o governo entende que os idosos estão se organizando em pequenas células chamadas Bingos, prática muito similar a grupos como a Al-qaeda e o Hamas.

A nova lei trabalha diretamente nesse ponto, determinando monitoramento via drones e bugs nos celulares dos idosos.

A PF ainda enfrente dificuldades técnicas e busca alternativas na questão dos Bugs, pois não sabem se as tecnologias modernas são compatíveis com o Moto G de primeira geração, popularmente usado por esses grupos.