Maria do Rosário acusa Witzel de não permitir que bandidos façam o seu trabalho em segurança

52529

Após três horas e meia de cerco, um sequestrador de ônibus foi baleado e morto, nesta terça-feira (20), por um atirador de elite do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na Ponte Rio-Niterói.

O desfecho foi celebrado pelo governador do Rio, Wilson Witzel, que foi visto de forma negativa pela deputada Maria do Rosário (PT) que, em publicação na rede social Twitter, disse que “Witzel é culpado por não permitir que bandidos façam o seu trabalho em segurança”.

A deputada defende que “bandido bom é bandido que conclui o trabalho que começou”.