Manifestação artística contra corte de verbas da UNB termina com rompimento anal de aluno

6118

A manhã da UNB foi marcada por uma série de manifestações contra os cortes na educação promovidos pelo MEC.

A Universidade que foi responsável pelo início dos cortes por permitir manifestações partidárias em suas dependências reuniu cerca de 500 alunos numa manifestação artística anti-cortes e anti-bolsonaro.

A manifestação consistia na introdução do braço de um manequim com um relógio Cassio, representando o braço do presidente Jair Bolsonaro, no ânus dos alunos. Em dado momento um desses, mais empolgado, sofreu uma ruptura no canal do reto e precisou ser hospitalizado com forte sangramento na região.

Até o momento as informações são de que o aluno passou por uma longa cirurgia para conter a hemorragia.

O relógio ainda não foi encontrado, mas o aluno passa bem.