José de Abreu relaciona depressão e infartos em esquerdistas com o bom desempenho do governo Bolsonaro

1427

Após a polêmica com a autora Gloria Perez, Jose de Abreu bateu de frente com Jair Bolsonaro usando a morte do jornalista Paulo Henrique Amorim. O ator da Globo culpou o presidente da República pela morte do apresentador da Record.

Por meio da sua conta no Twitter, o ator disse que a culpa está relacionada ao bom desempenho do governo nos seis primeiros meses, principalmente após a aprovação do texto-base da reforma da Previdência. “Quanto mais o governo avança, mais a nossa classe sente”.

Em seguida, Abreu culpou os “fascistas” pela morte do jornalista. “Mais uma morte na conta dos fascistas”, finalizou. A fala se tornou o assunto mais comentado na rede social.