Investigação da PF ignora nova previdência e já pretende aposentar Gilmar Mendes

254

A Receita Federal, recentemente encontrou diversas irregularidades nas contas do ministro Gilmar Mendes, o que deu forças à pauta de uma possível CPI, a famosa Lava Toga, que apuraria as decisões parciais de ministros da corte.

Nessa mesma linha, a PF já se articula para aplicar seu próprio projeto de previdência, já reformada, além da que Bolsonaro pretende apresentar aos deputados nessa quarta feira.

O projeto consistiria em aposentar, primeiramente, Gilmar Mendes e levá-lo para curtir o resto dos seus dias na tranquilidade de uma cela em Curitiba, ao lado de Lula, transformando a carceragem da PF numa espécie de Casa de Repouso para corruptos.

A própria corte vem se articulando para evitar a saída de Gilmar, apesar da incoerência do ministro, uma possível delação preocupa muito os demais ministros.