Hacker admite ter trocado biometria do celular de Lula para o dedo mindinho

1442

Em novo depoimento para a Polícia Federal, Walter Delgatti Neto, o vermelho, assumiu ter invadido o celular do ex-presidente Lula.

Delgatti disse que não acessou as mensagens privadas de Lula, entretanto, teve acesso às configurações do celular, onde foi capaz de trocar o método de biometria do dedo polegar para o mindinho, impossibilitando o acesso ao aparelho.

Segundo fontes, durante a entrevista de Lula pra Gleen Greenwald ele teria pedido ao jornalista que falasse com o “réki” para que ele devolvesse o acesso ao telefone, para que o ex-presidente pudesse voltar a conversar com a namorada. Lula também teria dito que não se importaria se o hacker tivesse desativado o seu teclado, pois ele só usa a opção de envio de áudios em seu smartphone.

A assessoria de imprensa do PT não quis se posicionar sobre o caso.