Carta de repúdio a privatização enviada pelo presidente dos Correios a Paulo Guedes fica parada em Curitiba

0
27
  • 4.4K
    Shares
Curta nossa página no facebook e fique por dentro de tudo:

O general Juarez de Paula Cunha ameaçou “fazer barulho”, depois de saber sobre a privatização dos Correios, o general é o atual presidente da estatal, indicado pelo ex-ministro das Comunicações, Gilberto Kassab.

Juarez emitiu uma carta e remeteu a Paulo Guedes utilizando os Correios como forma de envio, mas não contava que a carta enviada do Rio de Janeiro com destino a Brasilia, parasse em Curitiba.

A carta corre o risco de não chegar nas mãos de Guedes antes da privatização já prometida.