Bolsonaro minimiza polêmica sobre comemorações do Regime de 1964: “É só um bolinho”

228

Diante da repercussão negativa da liberação do presidente para que as forças armadas comemorem o início do Regime Militar de 1964, Jair Bolsonaro veio a público esclarecer os fatos.

Bolsonaro disse que é só um bolinho e que quem não quiser comemorar, é só não ir.

Vai ser só um bolinho, ta ok? Vai ter guaraná, brigadeiro e quem ta reclamando, é só não ir na festa!

A comemoração foi realizada até o ano de 2005, entretanto, nunca foi criticada antes pela grande mídia.