Bolsonaro elogia Correios e Paulo Guedes é internado às pressas em instituição psiquiátrica

256

Mais uma vez Paulo Guedes precisa ser levado às pressas para receber tratamento, a primeira vez foi ao encontrar a atual e futura primeira dama, conforme informou o Otarionista.

Segundo fontes ligadas a equipe de transição, em certo ponto da reunião que previa a privatização de estatais, Jair Bolsonaro, apesar de concordar com as privatizações propostas, comentou que os Correios não são tão ruins quanto dizem.

O comentário desencadeou uma reação nervosa em Paulo Guedes que tentou ser contido pelos futuros ministros.

Sérgio Moro, que estava na reunião declarou que o futuro ministro da economia precisou ser contido por seis seguranças e que estava apresentando uma força sobre-humana.

Em certo ponto da confusão, Guedes tentou cortar a garganta de Onyx Lorenzoni com um sachê de açúcar que estava junto da garrafa de café.

Guedes foi levado às pressas  para o Hospital Psiquiátrico Cid Gomes de Brasília, onde encontra-se sedado e não tem previsão de alta.