Após fim do Mais Médicos no Brasil, Bolsonaro dispara: “Não quero ver Cuba lançando aqui”

302

Após o anúncio de Cuba de que o programa Mais Médicos estaria sendo encerrado no Brasil, o presidente Nazi-fasci-homo-raci-misogino-eleito Jair Bolsonaro declarou enquanto fazia arminhas com as mãos:

Esse programa de Cuba é uma exploração do trabalhador, ta ok? Eu falei com o Paulo Guedes e ele me explicou tudo, não quero ver Cuba lançando aqui.

A declaração polêmica mobilizou personalidades e políticos.

O deputado federal Jean Willys, em nota, disse que Cuba lança no Brasil há muito tempo e que é obrigação do presidente aceitar e apoiar, já que é algo quase cultural no país.