Após caso Kéfera, Temer comemora o segundo lugar como brasileiro mais odiado

266

Logo após pesquisas que apontavam que o presidente Michel Temer possui uma taxa de 85% de desaprovação, hoje ele tem só o que comemorar.

Após as declarações feministas de Kéfera no programa Encontro, o presidente Temer passou para o segundo lugar como brasileiro mais odiado, contra os 100% atingidos pela youtuber.

Em declaração no seu Twitter, Temer declarou:

“Errei, mas faze-lo-ia novamente, pelo bem do povo brasileiro, mas pelo menos, não envergonha-lo-ia em rede nacional.”

Temer pode terminar o ano numa posição ainda melhor, já que tivemos recentemente o caso João de Deus vindo a tona e além disso, estamos em época de amigo secreto.